CineConchas 2008


CineConchas 2008:

O CineConchas 2008 consubstanciou o primeiro Ciclo de Cinema ao Ar Livre realizado na Alta de Lisboa, numa parceria entre o Viver na Alta de Lisboa – BI cívico, o Centro Social da Musgueira e a EGEAC, E.M..

Teve lugar na Quinta das Conchas durante três fins-de-semana do mês de Julho de 2008 com a exibição de 6 filmes de qualidade com entrada gratuita. Esta primeira edição foi dedicada ao Amor e aos Afectos.

O CineConchas 2008 teve como OBJECTIVOS:

  1. Favorecimento da utilização dos espaços públicos e a congregação de públicos diferentes em volta de um interesse comum.
  2. Esbater medos e preconceitos sociais num bairro ainda vincado por assimetrias e estigmas.
  3. Dinamização cultural do bairro, sensibilização da população para a 7ª Arte.
  4. Desenvolver o sentimento de pertença ao bairro e à cidade
  5. Fazer do CineConchas um evento cultural de referência em Lisboa

A iniciativa teve como finalidade o favorecimento da utilização dos espaços públicos e a congregação de públicos diferentes em volta de um interesse comum. A nova realidade urbanística e social que constitui a Alta de Lisboa obriga a um esforço acrescido de integração. Populações realojadas oriundas dos antigos bairros degradados da Musgueira Norte, Musgueira Sul, Quinta Grande e Bairro da Cruz Vermelha convivem hoje com uma jovem classe média-alta que adquiriu a sua casa num novo e moderno projecto urbanístico que será uma referência no futuro para a cidade de Lisboa.

Descobrir interesses comuns e promover lugares de encontro é um desafio constante, para que o sucesso urbanístico seja acompanhado de uma muito bem sucedida integração social. O CineConchas serviu este propósito.

Pretendemos ainda que o CineConchas fosse um bom pretexto para promover a saudável fruição dos espaços públicos. Constituiu uma proposta muito atractiva para as noites do mês de Julho.

Por último, pretendeu ser uma oferta cultural diferenciada e de referência. O CineConchas é um evento cultural de qualidade, uma iniciativa ímpar numa zona da cidade de Lisboa onde reside a maioria da população (Lumiar, Telheiras, Alta de Lisboa, Alvalade e Campo Grande).

A programação foi ecléctica, com géneros variados, mas sempre sem conceder na qualidade.

O CineConchas 2008, resultou em três fins de semana de grande animação na Quinta das Conchas, com uma adesão de público agradavelmente superior às expectativas, apesar do invulgar frio que se abateu sobre o território em Julho, cumprindo o objectivo de incentivar a população a viver a rua, promovendo a fruição de um espaço que costuma estar vazio e isolado durante a noite. Os diferentes espectadores tornaram-se naquelas noites numa massa una, sem desconfianças, sem medos, iguais, unidos pelo sentimento de um ciclo de cinema dedicado ao Amor e ao Afecto. Foram quebradas fronteiras psicológicas. Avançou-se um pouco para o sucesso social de um projecto de requalificação da zona setentrional de Lisboa que foi inteligentemente pensado mas que não pode depender apenas da sua elegância urbanística. Foi promovida também a integração do bairro no resto da cidade, ao trazer público de bairros vizinhos.

O CineConchas é, por tudo isto, um evento que merece ter continuidade.

RESUMO DA ACTIVIDADE

Filmes exibidos em 2008:

4 Jul Angel – A, de Luc Besson
5 Jul Casino Royale, de Martin Campbell
11 Jul Moulin Rouge, de Baz Luhrmann
12 Jul Babel, de Alejandro González Iñárritu
18 Jul A Ciência dos Sonhos, de Michel Gondry
19 Jul Match Point, de Woody Allen

Público presente no total das sessões: 2600 pessoas

Parcerias conseguidas:
EGEAC: inclusão do CineConchas no programa das Festas de Lisboa 2008

Patrocinadores:
Junta de Freguesia do Lumiar
Gebalis, E.M.
SGAL – Sociedade Gestora da Alta de Lisboa

MediaPartners:
Site aeiou: anúncios em toda a rede de sites.

Apoio à divulgação:
Carris: Divulgação do CineConchas em toda a frota de autocarros, com cartazes A4.

Outros apoios:
Luis e Frazão, S.A.
Polícia Municipal de Lisboa
Bombeiros Sapadores de Lisboa
DESA e Divisão de Matas da CML

Divulgação do evento:
– 10000 postais no circuito Postalfree
– 20000 flyers distribuídos pelos CTT
– 890 cartazes A4 afixados na frota de autocarros da Carris
– 100 cartazes A4 afixados no comércio do bairro
– Diversas referências ao evento em jornais, revistas e programas de rádio
– Banners em três semanas consecutivas no Diário de Notícias (jornal oficial das Festas de Lisboa)
– Spot de 20 segundos na SIC (televisão oficial das Festas de Lisboa)
– Divulgação do evento na rede de sites aeiou
– Divulgação do evento no blog do Viver na Alta de Lisboa – BI cívico através de textos, fotografias e vídeos.